domingo, 31 de janeiro de 2016

Truques Infalíveis para limpar as jantes do teu Carro

COMO FAZER AS SUAS JANTES BRILHAR

As jantes estão muito próximas da estrada e tendem a sujar-se mais do que o resto do carro, em especial as duas da frente, tendo em conta que os travões frontais são mais ativos e os calços geram mais pó.

SIGA ESTES PASSOS:

  • Lavar apenas com um jato de água para retirar poeiras que poderão arranhar as jantes quando esfregar.
  • Usar uma esponja para retirar a sujidade. Pode utilizar sabão, ou um líquido específico para limpeza de jantes, mas opte por detergentes que não tenham uma base de ácido, pois podem estragar a jante.
  • Caso seja necessário, pode utilizar também escovas próprias para a limpeza das jantes para chegar a locais mais difíceis.
  • Basta passar por água e secar com um pano de microfibras ou camurça.
 

OS LÍQUIDOS

Há receitas próprias para lavar as jantes do seu carro, líquidos feitos para essa finalidade, contudo há quem utilize líquidos tira gorduras para fazer a limpeza, já que são mais baratos.
Se optar por fazer a compra no corredor dos produtos para a casa recorde-se de fazer uma solução com água. Como se lê nas receitas, adicione um copo do líquido tira gorduras e 3 de água, pois estes líquidos são muito abrasivos, podendo danificar as jantes.

  • Passe uma esponja molhada nas rodas uma vez por semana. Isso evitará que a sujeira grude, reduzindo a quantidade de trabalho para a próxima vez em que for limpar as rodas.
  • Para melhores resultados, retire as rodas do carro antes de limpá-las, para poder ter acesso a todas as fendas e cantos.
Dicas: 
  • Passe uma esponja molhada nas rodas uma vez por semana. Isso evitará que a sujeira grude, reduzindo a quantidade de trabalho para a próxima vez em que for limpar as rodas.
  • Para melhores resultados, retire as rodas do carro antes de limpá-las, para poder ter acesso a todas as fendas e cantos.
Avisos:
  • Evite lavar as rodas quando estiverem quentes. O sabão pode deixar manchas na superfície, já que a água secará rapidamente.
  • Não utilize uma esponja de aço, pois ela pode arranhar a superfície.

Siga a página do Trinta por Linha no Facebook e subscreva AQUI a nossa newsletter e receba diariamente as melhores dica para tudo e mais alguma coisa!

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Conheça os 6 Alimentos Inflamatórios que Devemos Evitar

Sabemos que a inflamação está na raiz de muitas doenças sérias. O câncer perpetua-se pela inflamação: tumores crescem conforme o processo inflamatório toma conta. Da mesma forma, problemas comoartrite, fibromialgia, diabetes e obesidade têm sido relacionado à inflamação crônica no corpo.

Dietas anti-inflamatórias são importantes, podendo reduzir a inflamação, aliviar os sintomas e até reverter a doença. Alguns alimentos anti-inflamatórios incluem folhosos verde-escuros, uvas roxas, nozes, sementes e legumes coloridos.

Mas, você já se perguntou quais os alimentos causam inflamação e devem ser evitados? Aqui está a nossa lista dos alimentos mais inflamatórios:


1. Derivados de farinha de trigo


“Farinha de trigo fica no topo da lista porque ela vira açúcar branco já em sua boca”, diz Julie Daniluk, autora de “As refeições que curam a inflamação”. Os amidos tornam-se açúcares instantaneamente, e é por isso que aumentam a glicose no sanguetão rápido. Quando o açúcar no seu sangue atinge picos, você acaba tendo um processo inflamatório.

Além do mais, a farinha de trigo pode lhe dar um golpe duplo devido ao glúten. Algumas pessoas têm dificuldade em digerir o glúten, resultando em inflamação. “Grande parte das pessoas está inflamada”, diz Daniluk. Para substituir produtos de farinha branca, tente arroz integral, amaranto, quinoa e teff – o grão da África que está ganhando popularidade nos círculos "gluten-free".


2. Batatas fritas


“O problema é que fritar alimentos no óleo em temperaturas extremamente altas – o suficiente para criar uma borda crocante – produz uma neurotoxina chamada acrilamida”, relata o Instituto Nacional do Câncer, “que provoca inflamação”.

Uma maneira de resolver esse problema é diminuir o tempo de fritura ou assar no forno em baixas temperaturas. Para evitar o problema, asse as batatas no forno e procure por chips que não contenham óleo. Salgadinhos orgânicos de milho cozido são bons substitutos.

3. Salsichas grelhadas


O maior problema com salsichas, e você provavelmente também deve incluir o bacon aqui, é que contêm nitratos. Nós sempre ouvimos que nitrato é um químico cancerígeno que causa inflamação. Pior: nós cozinhamos gordura animal em altas temperaturas na grelha e as “marquinhas” pretas que surgem do contato com a grelha – chamadas creosote – são cancerígenas também.

A vitamina C pode protegê-lo de nitratos, por isso, se você aprecia estes alimentos, Daniluk diz para consumir laranja ou seu suco, junto com eles. Se quiser contornar o problema totalmente, é melhor assar os alimentos.

4. Álcool

Em pequenas quantidades, o álcool não deve causar problemas. Maso álcool é naturalmente irritante para o nosso interior, diz Daniluk. Beber muito pode permitir que as bactérias passem do forro intestinal para a corrente sanguínea, provocando a inflamação.

5. Pipoca de microondas

O aroma artificial de manteiga na pipoca tem sido associado à inflamação. Daniluk diz que é prejudicial tanto aos pulmões quanto ao fígado, e sua preocupação é que, se a fumaça do saco de vapor é conhecida por irritar muito o pulmão, imagine só o malefício que ela pode causar no seu sistema digestivo. Também contém gorduras de óleos parcialmente hidrogenados e altamente processados. Quando cozidos a uma temperatura elevada, formam agordura trans, também inflamatória.

Uma boa tática é colocar 4 colheres de sopa de milho de pipoca em um saco de papel marrom e dobrar a parte superior firmemente. Leve ao micro-ondas por dois minutos ou até que uma quantidade certa de grãos tenha estourado. Parmesão e alecrim podem ser polvilhados.

6. Doces artificialmente coloridos


Corantes artificiais são sintetizados a partir de subprodutos do petróleo que podem causar problemas na química do organismo e das funções hormonais, o que pode levar à inflamação. Oito corantes alimentares permanecem em uso nos Estados Unidos, embora com muita discussão.

Alguns pesquisadores acreditam que eles são responsáveis por vários males: enxaqueca, mal de Alzheimer e mal de Parkinson. Como alternativa, doces com corantes e aromatizantes naturaiscomo bala de goma, pirulitos e chicletes estão disponíveis em diversas lojas e mercearias. Pigmentos naturais são derivados de beterraba e cenoura. Procure sempre pelos rótulos de doces que dizem “não contém corantes artificiais, aromatizantes ou conservantes”.



Siga a página do Trinta por Linha no Facebook e subscreva AQUI a nossa newsletter e receba diariamente as melhores dica para tudo e mais alguma coisa!



Faça a sua manicura em casa

Nunca se esqueça que as suas mãos estão expostas aos olhares de todos, por isso convém tratar delas. Neste artigo iremos explicar como fazer uma manicura em casa, que não se torna um peso no seu orçamento.

Passo a passo:
1-Esfoliar a pele das mãos, com uma mistura de sal fino com um pouco de azeite. Vai esfregar as suas mãos com esta mistura com uma certa suavidade, no fim retire lavando. Ira logo notar a suavidade da sua pele.

2-Para tornar as unhas fortes, torna las mais brancas e amolecer as cutículas, deite numa taça sumo de limão, e colocar la os dedos durante 10 minutos. Passe muito bem as mãos por agua e empurre as cutículas.

3- Agora já pode começar a sua manicura, vai limar as unhas e passar as mãos por agua para retirar qualquer pó.

4-Aplique um creme hidratante na sua mãos.

5-Agora a suas unhas estão prontas para que aplique uma base.
O verniz aplique no centro da unha e depois espalhe para os lados. A camada deve ser fina de modo a que dure mais tempo.






Como Limpar o Ferro a Vapor

Para limpar o interior de um ferro, encha metade do ferro com água. Acrescente vinagre à água quente até alcançar a linha de preenchimento do reservatório de água.
Ligue o ferro no quente por 15 minutos e, depois, deixe-o esfriar por uma hora. Escorra a mistura de água e vinagre do ferro.
Acrescente água ao ferro e repita os passos anteriores sem usar o vinagre. Derrame a água do ferro e ele estará pronto para ser utilizado.
Para limpar a chapa de base, compre limpador de ferro em uma loja local. Limpador de ferro geralmente é encontrado na seção de lavanderia. É usado para limpar as chapas que não são antiaderentes. Siga as instruções da embalagem do limpador.
Chapas antiaderentes normalmente são autolimpantes e requerem pouco cuidado
Terminado.
Dica:
Se algum plástico foi derretido em sua chapa antiaderente, ele pode ser facilmente removido. Coloque um pedaço de papel alumínio na tábua de passar roupas e polvilhe com sal. Passar o ferro no sal e na folha de papel alumínio ajudará a soltar o plástico. Nunca tente raspar o plástico com ferramentas de metal. Isso pode danificar permanentemente a chapa do ferro. 



Fonte: wikihow

Livre-se dos Incômodos da Pele Seca

Assim como muitas mulheres reclamam por ter a pele oleosa, e acabar resultando em problemas com acne, outras vivem às voltas com os incômodos que a pele extremamente seca acaba causando, que vão muito além do lado estético, pois além do ressecamento, com aquele típico aspecto áspero, podem muitas vezes apresentar placas esbranquiçadas, que, em alguns casos causam até prurido (coceira)
Dicas para acabar com os incômodos causados pela pele seca
1 – Ingerir pelo menos 2 litros de água por dia;

2 – Nunca sair de casa sem um filtro solar;

3 – Antes de mais nada é bom frisar que quem tem pele seca não tem a barreira de proteção adequada, o que facilita o surgimento de alergias e infecções, por conta disso, é extremamente fundamental evitar produtos que contenham álcool na fórmula, já que é uma substância muito detergente e resseca ainda mais a pele.

4 – Outros produtos proibidos são os que contenham ácidos, porém, se não tiver jeito, prefira aqueles de concentração mais baixa, opte também por sabonetes de pH neutro, pois os de pH alcalino removem o manto lipídico (a barreira que protege a pele).

5 – Óleos de banho são uma opção para deixar a pele ainda mais sedosa e cheirosa, procure aplicar sobre o corpo antes de ligar o chuveiro, para que o produto proteja a pele durante o banho. Aposte naqueles à base de óleo de semente de uva, ureia, vitamina E e ceramidas.





6 – Outra dica é se livrar de banhos demorados, principalmente com água muito quente, pois ela tira o óleo natural da pele, e não é só isso, esqueça o uso de buchas e esfoliantes, pois podem irritar a pele, ou seja, quanto menos atrito e esfregação houver durante o banho, melhor. Por isso, evite esfregar a pele com a toalha, tentar secar delicadamente todo o corpo.

7 – Hidratação, claro, é mais do que obrigatória para quem tem pele seca, e o mais indicado são cremes e loções cremosas à base de ureia (com concentração de, pelo menos, 10%) ou glicerina, os sabonetes mais indicados são aqueles mais oleosos, geralmente à base de glicerina.

8 – Passe longe dos produtos à base de enxofre e ácido salicílico e cuidado, se a pele estiver machucada e com fissuras em função do ressecamento, não devem ser usados produtos também à base de ureia. E o hidratante deve ser aplicado sempre após o banho (pois a absorção é mais eficaz) e antes de dormir.

9 – Uma outra opção para tratar peles ásperas e ressecadas são injeções de ácido hialurônico, oferecidas por clínicas dermatológicas, elas promovem uma hidratação mais profunda e melhora a qualidade da pele, e mais, a substância dura oito meses no tecido e melhora a aparência de rugas, sendo muito indicada para a região do colo e para o rosto,  a periodicidade ideal da aplicação é uma vez por mês em um total de três meses.

10 – Porém, quem se treme toda só em ouvir (ou ler) essa palavra injeção…saiba que existe opção para estar com a pele sempre hidratada, que é o uso oral de cápsulas, elas reúnem a ação antioxidante da luteína com vitaminas E e C (uma ótima opção para quem passa o dia em um ambiente com ar condicionado).

11 – Mas podemos também recorrer às famosas e poderosas máscaras caseiras para hidratar o rosto (abaixo mostraremos algumas).

Receitas caseiras para combater a pele seca:

Uma ótima solução caseira para pele seca e extra seca é aplicar semanalmente uma das seguintes receitas caseiras na pele:

Coco e Aveia
Ingredientes
• 1 chavana de côco ralado
• 1 colher de aveia
• 1 copo de água morna
Modo de preparo
Bata todos os ingredientes no liquidificador até virar um creme uniforme, então, passe em todas as áreas em que a pele esteja bastante seca. Deixe agir por 15 minutos e enxague a seguir com água morna.
Essa receita é muito eficaz, já que o coco promove a hidratação da pele, sendo por isso indicado para o tratamento da pele seca, porém, é importante não deixar de aplicar um bom creme hidratante para pele seca em todo o corpo, diariamente após o banho e beber cerca de 2 litros de água por dia, para obter melhores resultados.

Abacate

Ingredientes
• 1/2 abacate
• óleo de glicerina
• 1 colher de mel
• creme hidratante






Como Escolher o Shampoo Certo para o seu Cabelo

Escolher o shampoo certo pode ser um pesadelo, muitas vezes ficamos trocando de produto toda semana e gastando muito dinheiro antes de achar algum que realmente valha a pena o investimento e que deixe o cabelo macio e brilhante. Assim que chegamos no lugar para comprar o produto, nos deparamos com uma variedade imensa de produtos, para cabelos lisos, cacheados, ressecados, pretos, loiros, ruivos, tingidos, alisados, chega a cansar só de imaginar a imensidão de possibilidades.

A importância do condicionador para o cabelo
Para ajudar um pouco, elaboramos esse tutorial para facilitar na hora de escolher um shampoo que se adeque perfeitamente a todas as suas necessidades.

Definindo o tipo de couro cabeludo

Muitas vezes prestamos atenção apenas no cabelo e não pensamos que tudo começa no couro cabeludo, então precisamos entender sobre ele antes de conseguir escolher o shampoo certo. Os shampoos são elaborados para tratar do cabelo e também para os cuidados com o couro cabeludo adequados, limpando de sujeira, óleos e produtos.

A regra básica é: escolha o seu shampoo para hidratar o couro cabeludo e deixar que o condicionador hidrate os seus cabelos. Ou seja, se você tem um couro cabeludo oleoso, mas as raízes ficam ressecadas, escolha um shampoo para cabelos oleosos e um condicionador para cabelos secos.
Mas por que isso? Porque, assim como no rosto, para que sua pele fique boa, tudo começa com a limpeza, então precisamos deixar primeiro o couro cabeludo sem óleo e limpo para depois poder tratar o resto.


A regra básica é: escolha o seu shampoo para hidratar o couro cabeludo e deixar que o condicionador hidrate os seus cabelos. Ou seja, se você tem um couro cabeludo oleoso, mas as raízes ficam ressecadas, escolha um shampoo para cabelos oleosos e um condicionador para cabelos secos.
Mas por que isso? Porque, assim como no rosto, para que sua pele fique boa, tudo começa com a limpeza, então precisamos deixar primeiro o couro cabeludo sem óleo e limpo para depois poder tratar o resto.

Shampoo certo para couro cabeludo oleoso

Cabelo oleoso: saiba como cuidar
Quem tem esse estilo de couro cabeludo já tentou de tudo, o mais comum é o de lavar todo dia, podendo até deixar o cabelo embaraçoso. As dicas do que procurar e evitar nesse caso é:
  • Evite shampoos hidratantes, específicos para cabelos alisados ou encaracolados. Estes shampoos costumam adicionar muita humidade ao couro cabeludo, fazendo com que ele fique mais oleoso.
  • Os shampoos de equilíbrio, fortalecimento e que diminui o volume costumam ser muito hidratantes, também é melhor evitar.
  • Shampoos purificadores podem ser de grande ajuda naqueles casos de couro cabeludos super oleosos, mas tome cuidado para não secar demais caso faça essa escolha.
  • Gaste mais tempo esfregando o corou cabeludo ao invés do resto do cabelo, assim você consegue limpá-lo perfeitamente.
  • Evite usar o condicionador no couro cabeludo, mantenha ele do meio para baixo deles. 
  • Clica AQUI e descobre como travar a queda do cabelo.

Shampoo certo para couro cabeludo seco
  • Evite shampoos de fortalecimento e de volume. Esses produtos podem tirar a humidade necessária do seu couro cabeludo, podendo deixar ele mais seco ainda.
  • Para os couro cabeludos que são pouco secos, procure por shampoos que promovam a humidade, de hidratação, alisados ou com cachos (caso o cabelo seja encaracolado). Esses produtos promovem a humidade e já ajudam a ter cabelos mais brilhantes.
  • Se o couro cabeludo for muito seco, provocando coceira e escamações, existem produtos específicos para esse problema. Procure shampoos que possuam ingredientes como o mentol ou óleo de mirra.
  • Evitar shampoos que contém sulfato na sua composição, pois resseca mais ainda o cabelo e o couro cabeludo.
  • Shampoo certo para couro cabeludo normal

    Há ainda o caso de couro cabeludo que não é seco nem oleoso, mas até esses precisam dos cuidados certos para que possuam força, brilho e maciez. As dicas são:
    • Shampoos hidratantes são ótimos para aumentar a humidade, brilho e maciez ao cabelos. É bom para quem possui fios grossos, crespos ou cabelos claros.
    • Shampoo fortificante: bom para cabelos danificados ou quebradiços, pois possui proteínas que ajudam a melhorar as condições.
    • Shampoo para equilíbrio: são shampoos perfeitos para os couros cabeludos normais, pois não são muito hidratantes e muito menos irão ressecar o cabelo.
    • Shampoo para cabelos cacheados: nesse caso específico sempre vale a pena pesquisar os específicos para esse tipo de cabelo, pois exige mais cuidados, sendo muito mais hidratantes e com mais produtos em sua fórmula para reduzir frizz ajudando a definir os cachos.
    • O couro cabeludo seco pode dar coceira, caspa e gerar muito incomodo. Para escolher o shampoo certo temos as dicas:
    Depois de escolher o shampoo certo, fica mais fácil entender qual o condicionador ideal para que seus cabelos ganhem destaque na multidão. Mas a dica é sempre primeiro separar o seu couro cabeludo e depois escolher o condicionador, separando o seu cabelo para conseguir o melhor resultado possível.

Segredo Caseiro para Secar Borbulhas

Todos nós já tivemos borbulhas que nos deixam muito incomodados. Acontece isso aparecem sempre na "altura certa" para nos estragar um dia especial. “Lei de Murphy”!!
Mas não há mais motivos para te preocupares, podes elimina-las com ingredientes caseiros.


Esta é uma fórmula muito usada em spas de beleza, pois o efeito é rápido.

Francisco Cisneros esteticista americano dá a receita, com ingredientes que tu tens em casa: “Esta é uma fórmula muito usada em spas de beleza, pois o efeito é rápido. A ação efervescente do ácido salicílico, principal componente da aspirina, elimina a inflamação e acelera a cicatrização”.
Atenção: Nunca espremas as borbulhas, dado que para além de ficar a  borbulha maior irá fazer ferida e demorará mais tempo a cicatrizar bem como correr o risco de deixar uma marca vitalícia.
Fica aqui os 3 passos da receita caseira que te vai ajudar a secar as borbulhas:
  1. Esmaga um comprimido de aspirina e mistura com a quantidade de água suficiente até fazer uma papa.
  2. Com a pele limpa e seca, deixa atuar 10 minutos em cima da borbulha.
  3. Em seguida, lava com água morna e não passes mais nenhum outro produto em cima, pelo menos nas primeiras horas.


Faça Crescer o Cabelo e Reverta a sua Queda

Está sofrendo com queda de cabelo?
A solução pode estar em sua casa.

E essa solução é algo que quase todos têm na cozinha e talvez desta vez não provocará lágrimas, e sim novos fios de cabelo.

Vamos dar mais uma pista: qual o alimento que provoca lágrimas?

Claro, a cebola!

Se não sabe, a cebola é uma antiga solução caseira para a queda de cabelo.

E tudo isso por causa de seu rico teor de enxofre, que ajuda muito a estimular os folículos pilosos e melhora intensamente a circulação sanguínea, levando ao fortalecimento do cabelo.

Vamos deixar mais claros a importância do enxofre (e da cebola) para combater a queda
Cerca de 90% de um fio de cabelo é formado por queratina.
A queratina é uma proteína presente em diversas partes do corpo humano (o cabelo é uma dessas partes).

No “Dicionário de Ingredientes de Produtos para Cuidados com Cabelo”, o autor John Halal destaca que “os aminoácidos da queratina podem ser produzidos a partir de cabelos humanos e também de lã, assim como de chifres e penas de animais”.

Ou seja, o cabelo basicamente é proteína, uma proteína chamada “queratina”.
Excesso de química, sol, chapinha, secador, poluição, álcool e alimentação ruim podem causar a falta dessa proteína nos fios.

O resultado são cabelos quebradiços, sem brilho, sem elasticidade, com crescimento lento e, o pior, a perda acentuada deles.

Um dos principais componentes da queratina é o aminoácido cisteína, que contém alto teor de Enxofre.

Vamos ajudar:

cebola = enxofre = cisteína = queratina = cabelo
É por isso que já existem pesquisas confirmando a sabedoria popular de que a cebola oferece muita ajuda para combater a perda de cabelo.

Não só isso, a cebola também é um verdadeiro amigo de seu couro cabeludo quando se trata de lutar contra caspa e impedir o surgimento de cabelos brancos demasiadamente cedo.

A receita que vamos ensinar já, já também contém mel, que é extremamente rico em antioxidantes e ajuda a hidratação.

E ele e a cebola juntos formam uma mistura surpreendente que tornará seu cabelo forte, macio e brilhante.

Clique na imagem e descobre a forma de travar a queda do cabelo 


INGREDIENTES
1 cebola
2 colheres (chá) de mel

MODO DE PREPARO

Descasque a cebola, rale e esprema ou liquidifique para extrair o suco (aproximadamente 1/4 de copo).

Despeje sobre uma peneira para coar.
Adicione o mel.

Use essa mistura para massajar todo o couro cabeludo, especialmente na área da calvície.
Espere 15 minutos e, depois, lave os cabelos com seu shampoo e condicionador.

Pode repetir este processo todos os dias.

E, neste caso, se não usar shampoo de uso diário, lave apenas com água quando não for o dia de usar shampoo

A outra opção é deixar a mistura aplicada durante toda a noite, cobrindo os cabelos com uma touca de banho.

E a próxima lavagem, assim que acordar, deve ser feita obrigatoriamente com shampoo, pois, como passou toda a noite com a mistura, o cabelo ficará com mais cheiro de cebola.

Se a escolha for a segunda opção, faça o tratamento três vezes por semana.

Faça por até 2 meses.

E nesse período, pouco a pouco, começará a notar as mudanças.

Existe mais uma alternativa de tratamento com a cebola.
É pegar uma cebola e cortá-la em pedacinhos.

Depois, coloque tudo dentro de um frasco de shampoo que já está mais ou menos pela metade.

Deixe descansar por 15 dias.

Passado esse tempo, vai utilizar como um shampoo normal


Fonte: curapelanatureza.com

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Remédio Caseiro para as Aftas

Um ótimo remédio caseiro para curar a afta é o sal marinho, pois ele consegue acelerar a sua cicatrização, diminuindo assim a dor e o desconforto.

Receita do remédio caseiro para afta

1 colher de sopa de sal marinho, também chamado de sal grosso;
1/2 copo de água morna

Modo de preparação

Para preparar este remédio caseiro, misture os ingredientes e faça bochechos com esta solução várias vezes por dia, após escovar os dentes e evite alimentos ácidos e gordurosos.
Este simples remédio caseiro é capaz de curar qualquer tipo de afta, esteja ela localizada na boca, na gengiva, na bochecha, no céu da boca ou na garganta.
Mas para garantir a eficácia deste remédio caseiro é preciso utilizar o sal marinho pelas suas propriedades terapêuticas, utilizar o sal refinado, de cozinha não garante os mesmos benefícios, pois este último perde muitas de suas propriedades medicinais ao passar pelo processo de refinamento.

Outros remédios naturais para afta

Existem muitos outros remédios naturais para tratar e curar as aftas sem precisar recorrer à medicamentos da farmácia. Bons exemplos são o bicarbonato de sódio e a água oxigenada. Neste caso deve-se humedecer uma bolinha de algodão com a solução escolhida e posicioná-la em cima da afta deixando-a atuar por alguns minutos várias vezes ao dia.
Um outro exemplo de tratamento natural é o chá preto para aftas.

Causas da afta

A afta pode ser causada por uma baixa no sistema imune, devido a toma de medicamentos, deficiência nutricional, situações de estresse ou uma má alimentação, neste último caso, ela pode aparecer após uma noite de bebedeira ou após o consumo de alimentos muito ácidos ou gordurosos.
As aftas podem aparecer em qualquer parte do interior da mucosa da boca, nas gengivas, na língua na bochecha e algumas vezes na garganta, e podem aparecer após uma lesão na mucosa como uma mordida ou mesmo quando os aparelhos dentários ferem o interior da boca. A acidez estomacal e outros problemas gástricos podem também provocar aftas na boca.
Por não serem lesões causadas por microorganismos, as aftas não passam de uma pessoa para outra, e em geral, elas duram entre 1 e 2 semanas, desaparecendo naturalmente a seguir, mas o uso de remédios caseiros pode acelerar este processo.


Veja o video: Como desenhar imagens em 3D de forma simples.




8 Coisas que Podem Estar a Piorar o Teu Acne

Acne. Aquela praga que assola a grande maioria dos adolescentes e alguns adultos. Tenta-se de tudo para que as irritantes borbulhas desapareçam de vez mas não é um processo fácil. E pior, pode estar a cometer erros sem se aperceber.


1. Ter o telemóvel sujo
Pode soar estranho mas é verdade: Quando encostamos o telemóvel à cara para falarmos ao telefone, toda a gordura do rosto é transferida para o ecrã. Se não limparmos essa sujidade, quando voltarmos a encostar o aparelho à nossa cara não só voltamos a ‘tranferir’ a gordura juntamente com algumas bactérias que entretanto se formaram.
Já para não falar que os telemóveis são os aparelhos que andam por todo o lado, seja pousados na mesa do café, dentro da mala ou dentro do bolso das calças. Inevitavelmente acabam por se sujar e estar a encostá-lo à cara sem o limparmos é tudo menos higiénico.
O melhor mesmo é recorrer aos auriculares ou aos kits de mãos livres.
2. Pôr produtos para o cabelo muito próximo da testa
Amaciador, gel, cera, máscara – são tudo produtos que podem levar a que surjam mais borbulhas nesta zona da cara. Pode continuar a usá-los, mas mais no centro da cabeça para não criar 'uma linha' de borbulhas.
3. Perder a paciência
Não há ninguém que não faça de tudo para que este problema de pele desapareça o mais rapidamente possível, mas é preciso ter a consciência que os tratamentos demoram várias semanas a fazerem efeito, refere o dermatologista Joshua Zeichner.
Quando os produtos mais acessíveis no combate ao acne não fizerem efeito ao fim de 2/4 semanas, marque uma consulta com um dermatologista para ver qual o tratamento que melhor se adequa ao seu problema.



4. Lavar demasiadas vezes a cara
Mito: a gordura é que provoca acne, logo se levar muitas vezes a cara tira a gordura e faz o acne desparecer.
Lavar o rosto muitas vezes por dia pode retirar óleos essenciais para a pele e, quando isso acontece, a pele tem tendência a produzir ainda mais gordura para compensar, tornando-se um ciclo vicioso e terrível para o acne.
É mais do que suficiente lavar a cara duas vezes por dia. Pode fazê-lo, por exemplo, de manhã e à noite, antes de se deitar, para retirar as impurezas da pele.
Outra coisa que tem de evitar é usar muitas vezes esfoliantes ou esponjas que tenham o mesmo efeito. Quando usados em excesso podem provocar pequenos ‘rasgões’ na pele, causando irritação e inflamação. Joshua Zeichner aconselha esfoliar a pele no máximo uma ou duas vezes por semana.
5. Usar toalhas sujas ou húmidas para limpar cara
Toalhas sujas ou húmidas podem conter bactérias que podem prejudicar a sua pele. O ideal é usar uma toalha lavada sempre que limpar a cara.
6. Utilizar demasiado creme para as borbulhas
Creme para as borbulhas, palavras mágicas para qualquer pessoas que sofra de acne. Mas atenção que não deve usá-lo em excesso uma vez que estes cremes podem causar irritações na pele. Zeichner garante que basta uma quantidade de creme semelhante a uma ervilha para toda a cara.
7. Espremer borbulhas
São poucas as pessoas que não sabem que espremer as borbulhas é das piores coisas que pode fazer, mas nunca é demais relembrar... Convenhamos que uma cicatriz é bem pior que uma borbulha.
Recorra antes a cremes que tratem directamente da borbulha e que diminuam o seu tamanho e a inflamação.
8. Comer doces e comida processada
Ainda que não se tenha estabelecido uma relação directa entre o acne e determinados alimentos, doces ou comida processada como pão branco, batatas fritas, bolos e bolachas podem estar ligados ao aparecimento de borbulhas. E o mesmo acontece com produtos lácteos.
Comece a ter atenção ao que ingere e tente estabelecer uma relação entre o que come e as borbulahs que lhe aparecem.

Siga a página do Trinta por Linha no Facebook e subscreva AQUI a nossa newsletter e receba diariamente as melhores dica para tudo e mais alguma coisa!
Fonte: sol.pt

Robôs de cozinha: conheça a Bimby e as Concorrentes

Bimby, Yämmi do Continente e Ladymaxx gourmet do Aldi: antes do nosso teste em laboratório, há tempo para conhecer estes robôs de cozinha. No vídeo, a Deco Proteste mostra o que os distingue.




Todos alegam substituir vários eletrodomésticos de cozinha por assegurarem funções diferentes, como picar, bater em castelo, amassar, cozer ou refogar. Diferenças à parte, o funcionamento e o nível de ruído é semelhante entre os robôs de cozinha. Os resultados deste combate no laboratório chegam em breve ao portal da Deco Proteste.
Veja no vídeo as principais diferenças, antes do teste em laboratório.




As 10 Melhores Dicas de Como Poupar no Supermercado

Supermercado é um dos principais gastos dos 
portugueses

Um estudo recente relevou que 12% dos portugueses gastam mais de 75% de seu orçamento mensal para fazer face às despesas fixas, como água, luz, gás, alimentação e transporte. Dentre estes gastos, o supermercado é um dos que mais pesam. Só em 2012, cada família portuguesa gastou uma média de 1835 euros anuais em supermercados, o que representa um aumento de 135 euros desde 2010.

Este aumento tem duas causas: a primeira é que, em tempos de crise, os produtos alimentares tendem a ficar mais caros. A segunda é que, também devido à crise, os portugueses estão a cozinhar mais em casa.

Com este Guia para Poupar, tu aprenderás a diminuir teus gastos mensais com supermercado. Basta seguir algumas dicas simples.

Disciplina e organização: os segredos para poupar dinheiro.

Para poupar dinheiro nas compras de supermercado, é preciso ter organização e disciplina. Deves encarar os gastos com alimentação como algo a ser planejado e calculado de forma sistemática. Isto leva tempo, mas não podes desanimar. Uma boa maneira de manter a disciplina é estabelecer uma meta para o final do ano. Se, por exemplo, queres viajar no verão que vem, podes definir que gastarás de 10% a 15% menos no supermercado a cada mês. Quando pensas na viagem dos teus sonhos, aqueles chocolates não parecem mais tão gostosos...

As dez dicas de ouro para poupar dinheiro no supermercado

1 - Ir ao supermercado toda semana e definir um valor máximo a ser gasto
Fazer compras para o mês inteiro pode induzir-te a exageros. Outra vantagem de comprar toda semana é que tambem ficas a saber de todas as promoções.

2 - Fazer sempre uma lista de compras antes de ir ao supermercado
Listas não só evitam que tu te esqueças dos itens de maior necessidade, como também ajudam a manter a disciplina. Existem sites e aplicativos para smartphones para montar a lista de supermercado de forma simples e rápida.

3 - Ir a mais de um supemercado para aproveitar as diferentes promoções
A preguiça é tua inimiga! Vale a pena andar um pouco mais até o próximo supermercado.

4 - Não ficar encantado demais pelas promoções
Não vale a pena comprar um artigo que normalmente não comprarias, apenas porque ele está em promoção. Deves aproveitar somente promoções para o que tu já estás acostumado a consumir.



5 - Nunca ir com os filhos ao supermercado
Muitos pais não conseguem resistir à pressão das crianças, que ficam encantadas com a variedade de artigos disponíveis.

6 - Nunca ir ao supermercado com fome ou pressa
Com fome, tu é que ficarás encantado com a variedade de artigos disponíveis. Com pressa, não terás tempo de verificar os melhores preços.

7 - Ficar atento às prateleiras
Os produtos na altura dos olhos são geralmente os mais caros. Deves olhar também para as prateleiras mais acima ou abaixo

10 Produtos que Deve Comprar de Marca Branca para Poupar Dinheiro

8 - Não prender-se a uma marca só
Nem sempre as marcas mais conhecidas são as melhores. Convém testar várias.

As marcas do supermercado são mais baratas e, muitas vezes, também boas.

9 - Quanto mais saudável, melhor
Comidas prontas, como pizzas congeladas, além de pouco saudáveis, são mais caras. Frutas, legumes e hortaliças fazem bem ao organismo e custam pouco.

10 - Comparar supermercados físicos e online
Os supermercados online podem ser mais baratos, ainda mais com os cupões de diversas marcas disponiveis em vários blogues e sites da especialidade na web.

Após seguir todas estas dicas, é bom manter uma planilha para controlar o quanto gastas no supermercado a cada semana. Se passares do valor estipulado, terás de gastar menos na semana seguinte.




Como Usar Correctamente as Baterias de Litio

Hoje em dia, a maior parte, ou mesmo todos os aparelhos que dispõem de uma bateria, tais como portáteis, leitores de mp3, telemóveis, Gps, Pda’s e tantos outros, dispõem de uma bateria de iões de  lítio (Li-Ion).

As baterias de lítio têm efeito de memória ou ficam “viciadas”?
Nas baterias de lítio, que não têm efeito de memória, ou na linguagem corrente, que não ficam “viciadas”, os cuidados são outros, cuidados esses que são completamente diferentes daqueles que tínhamos para com as baterias mais antigas, as baterias de níquel por exemplo, onde tinham que ser carregadas quando a sua carga estava no mínimo e não era aconselhável serem recarregadas quando tinham meia carga, etc. Por isso, se estão a deixar a vossa bateria chegar ao limite de carga mínima para depois carregá-la de novo, estão a proceder de forma completamente errada e até prejudicial para a bateria. Este tipo de bateria pode, e deve, ser recarregada a qualquer altura. O ideal será recarrega-la quando esta tem 20 ou 30% da sua carga.

Retirar ou não a bateria do portátil quando este está ligado à corrente?
Outra dúvida muito comum nos utilizadores de portáteis, é se devemos ou não manter a bateria colocada no portátil quando este está conectado à corrente. Pois bem, a bateria nunca é sobrecarregada, pois quando atinge o seu nível máximo de carga deixa de receber corrente. Num uso moderado do portátil este tem pouco aquecimento e aí não é prejudicial manter a bateria no mesmo. Se estiver a ser usado em jogos, programas de imagem ou outros que façam com que o sistema tenha mais aquecimento ou então se o equipamento estiver mal ventilado, o ideal será mesmo retirar a bateria. O calor excessivo na bateria e esta estar na sua carga máxima é o mais prejudicial para uma bateria de lítio. Evite “exigir” muito do portátil quando este está somente ligado com a bateria pois fará com que esta tenha uma descarga rápida, o que é prejudicial.

Como conservar a bateria em longos períodos de inactividade?
Quando houver a necessidade de deixar o portátil, ou qualquer outro aparelho que contenha uma bateria de iões de lítio, desligado durante longos períodos de tempo, o ideal é deixar a bateria com cerca de 40% de carga e num local o menos húmido e menos quente possível. O ideal é estar no frigorífico com uma temperatura entre os 0 e 10º C. Lembro que o calor e a bateria carregada ao máximo são mesmo os piores inimigos das baterias de lítio.

Como fazer o carregamento correcto nas baterias de lítio?
Repetindo o que disse há pouco, as baterias de lítio devem ser carregadas com carregamentos parciais, ou seja, devem ser carregadas quando estiverem a 20 ou 30% da sua carga e não quando estão totalmente descarregadas. As baterias dos portáteis têm um dispositivo que permite informar ao portátil que quantidade de carga elas ainda dispõem. Após várias cargas e descargas, este dispositivo pode ficar descalibrado, informando de forma incorrecta a carga que a bateria verdadeiramente tem e desligando-o mesmo quando a bateria tem carga. Por isto mesmo, é aconselhável calibrar este dispositivo. A maneira correcta de o fazer é:


Carregar a bateria até ao máximo durante cerca de 2 horas, com o portátil desligado.



Após isto, e com o transformador desconectado, faça uma descarga completa da bateria até o portátil entrar em modo de hibernação. 

Quando ficar no modo de hibernação, deixá-lo neste modo durante pelo menos 5 horas.

Para terminar, faça uma carga até ao máximo, com o portátil desligado.Esta carga e descarga total deve ser feita somente uma vez entre cada 30 a 40 carregamentos parciais (chama-se carregamento parcial quando se recarrega uma bateria que esta ainda tem 30 a 40% da sua carga).



Quando se deve fazer a substituição da bateria de lítio?

Façam-no apenas quando esta estiver mesmo no fim da sua vida e já não suportar mais cargas. Não guardar a bateria para futuras utilizações após a compra de uma nova bateria pois esta acabará por se degradar com o tempo de inutilização. Muita atenção à data de fabrico da bateria e se não for da marca original muito cuidado com as tensões (volts) e correntes da mesma (amperes). A durabilidade média de uma bateria de lítio é de 3 anos de utilização moderada.



Todas estas informações e procedimentos são válidos também para as baterias de lítio dos telemóveis, pda’s, leitores de mp3, Gps e todos os dispositivos que tiverem uma bateria de lítio.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...