quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Os 10 Mandamentos para Emagrecer

Em 2014 você já se decidiu, está determinado a emagrecer, realizando uma dieta.
Hoje o dieta emagrece vai apresentar algumas ideias para ajudar você na hora de perder peso, tornando os seus hábitos alimentares e de vida diferentes.
Determine quanto vai perder de peso
O primeiro e mais importante mandamento é determinar qual o seu objetivo quanto a perca de peso. Colocar no seu cérebro qual é a sua intenção, ajuda na hora de realizar suas refeições, exercícios. É a sua determinação que vai lhe ajudar, afinal ninguém pode perder peso por você!

Seja realista, não tenha tanta pressa

Muitos na hora de emagrecer acham que irão perder 20kg em um mês, 10kg em uma semana. Não é bem assim que funciona. Estabeleça metas pequenas, 2 quilos por quinzena, e vá aumentando. Pois o seu corpo vai se acostumando a sua rotina, e a dieta passa a ser mais fácil. Se você chegar em seu objetivo em 1 ano, olha só que maravilha, você tem o resto da sua vida para manter e aproveitar o resultado.

Não deixe pra última hora

Você vai esperar que seu cardiologista diga quando é preciso emagrecer? Muitos não ligam por estarem acima do peso até que doenças cardíacas e outras doenças provenientes do sedentarismo cheguem em você e te coloque em uma situação de desespero. Emagrecer não é somente estética, para ficar bonito pra sociedade, cada um é feliz do jeito que é. Mas não deixe ir muito longe, pois chegar ao limite, “Ou você emagrece, ou terá sérios problemas daqui pra frente” é uma situação bem complicada.

Ache tempo para seus exercícios

Uma das grandes dificuldades de hoje para praticamente todos é a falta de tempo para realizar exercícios físicos. Com a correria da vida, trabalho, estudos, família, praticar alguma atividade física se torna “tempo perdido”. Mas não é por ai, tire pelo menos 1 hora por dia para realizar algum exercício e você verá a diferença.

Encontre alguém para realizar uma dieta e praticar 

exercícios junto com você

A grande vantagem de ter alguém junto com você em sua dieta, é que um ajuda o outro quando a preguiça bater. Tem dias que não estamos bem, não estamos com vontade de fazer nada, é aí que seu companheiro de dieta entra em ação, dificilmente os dois estão pra baixo em um mesmo dia. Um dando força para o outro, faz com que o seu objetivo de emagrecer dure mais tempo.
Saiba admitir erros
Esse é um conselho não só para emagrecer, mas para a vida. Reconhecer que você se alimenta errado é um passo importante na hora de emagrecer. Esse negócio de só realizar uma refeição por dia está totalmente errado. A principal refeição do dia é o Café da Manhã. O seu corpo acorda necessitado depois de uma longa noite de sono. Um café reforçado, com frutas e cereais, ajuda seu corpo a pedir menos comida durante o dia todo.
Você sabe o que vai te fazer mal. Só de olhar para um prato cheio de frituras já sabemos que aquilo não fará bem. Use o bom senso.

Ter paciência é essencial

Você não vai mudar todos os seus hábitos do dia pra noite, e nem vai emagrecer como mágica. Tudo isso leva tempo, e como somos muito ansiosos, a paciência é um dos pontos fortes em uma dieta.

Faça aquilo que gosta

Se você odeia caminhada, mas adora andar de bicicleta, faça o exercício que mais te da alegria. Tem quem goste de nadar, correr, lutar, entre outras atividades e tudo é válido na hora de manter o corpo saudável e emagrecer.

Nunca é tarde para mudar seus hábitos

“Ah, já tenho mais de 50 anos, agora é tarde para mudar meus hábitos e emagrecer…” você está totalmente errado, quem quer alguma coisa nunca é velho para aquilo. Se você acha que é capaz de mudar seus hábitos depois dos 50, 60 anos, sei que é capaz. Se preparar para a velhice é conseguir manter hábitos saudáveis, para evitar sofrimentos quando os 70, 80 anos chegar.

Trace um objetivo

Vou pra academia e irei perder peso. Tudo bem, essa é um dos principais motivos para ir para a academia, mas tenha em mente qual será o seu objetivo. Perder peso? Definir músculos? Quero emagrecer 10 kg e manter? Qual é o seu objetivo? Seja determinado, use o primeiro mandamento, junto com um objetivo e terá sucesso na sua dieta.



Siga a página do Trinta por Linha no Facebook e subscreva AQUI a nossa newsletter e receba diariamente as melhores dica para tudo e mais alguma coisa!

Fonte: dietaemagrece

É ou Não Seguro Usar Protetor Solar do Ano Passado?

O calor até pode ainda não ter chegado em força, mas já vemos protetores solares e semelhantes por todo o lado. Desde anúncios a prateleiras de supermercado ou farmácia.

Mas quantos de nós não acabaram a época balnear com um protetor solar ou bronzeador ainda a meio? O Daily Mail perguntou a especialistas desta indústria se é seguro ou não usar estes produtos depois de a validade expirar.

Protetor solar: Um estudo recente revela que mais de metade das pessoas em férias correm risco de exposição aos raios UV porque usam protetores solares fora de validade. Os especialistas recomendam que use protetor solar todos os dias, durante todo o ano, como forma de evitar o envelhecimento precoce da pele e para se proteger dos raios UVA e UVB.

Usar um protetor solar fora de validade pode pô-lo em risco porque os filtros de UV, presentes no produto, podem não se espalhar de forma uniforme por toda a pele, mesmo que os componentes continuem estáveis. Loções e cremes fora de validade também lhe podem causar uma irritação na pele.




O especialista em ingredientes, Tammy Hollis, alerta: “Reparem como tratamos os nossos protetores solares – carregamo-los da areia da praia para uma esplanada ao sol e para hotéis com ar condicionado. Isto dá muitas oportunidades para as bactérias se multiplicarem”. Portanto, os especialistas recomendam que não use estes produtos depois da data de validade, que aparece representada na embalagem do produto com um frasco aberto e o número de meses de validade depois de aberto, normalmente é de 12 meses.

After-sun: Apesar de estes produtos parecem inofensivos, tendemos a esquecer que são para aplicar na pele queimada e vulnerável. Por esta razão é muito importante que respeite as validades. “Quanto mais antigo é o after-sun, maior é o risco de conter bactérias que podem causar irritação da pele ou até desenvolver uma infeção.”

Repelente de insetos: Se tem um repelente químico em casa, saiba que é seguro usá-lo por cerca de dois anos. No caso de ter ingredientes naturais como citronela ou bergamota, pode durar apenas um ano. Mesmo assim, os especialistas recomendam que tenha atenção à data de validade quando viajar para longe.

Bronzeador: Estes produtos normalmente duram 12 meses após a abertura. O ingrediente ativo, DHA, é, na maior parte dos casos, à base de água e tem poucos conservantes, como explicam os especialistas. Quando passa da validade, o produto costuma oxidar e ficar com um tom verde. O cheiro pode também tornar-se um pouco metálico ou mais forte. Tenha atenção, se lhe parecer tudo normal com a cor, a consistência e o cheiro, pode continuar a usá-lo.

Veja também:

Solução Natural para Queda de Cabelo



Siga a página do Trinta por Linha no Facebook e subscreva AQUI a nossa newsletter e receba diariamente as melhores dica para tudo e mais alguma coisa!

Creme/gel para picadas: Apesar de ser usado poucas vezes, atenção porque este produto é um medicamento, confirme a validade. Se o armazenar corretamente pode durar cerca de dois anos. Deve guardá-lo num sítio escuro e fresco para evitar que desenvolva bactérias ou que deixe de funcionar. Substitua-o se a consistência ou o cheiro se alterarem.

Spray protetor solar para cabelo:
Se tem o cabelo pintado é importante que use este produto. A maioria destes produtos tem a validade de 12 meses, mas se o proteger do sol na praia e o guardar num local escuro e fresco pode usá-lo até acabar.

Saiba Quais os Riscos da Obesidade na sua Saúde

Cuidar da alimentação e praticar exercícios físicos com regularidade é essencial para manter a saúde sempre em dia. A obesidade de adultos e crianças está cada vez mais comum hoje em dia, já que muitas pessoas têm o hábito de consumir alimentos muito calóricos e gordurosos, além de não praticar nenhum tipo de atividade física. Para evitar a obesidade em qualquer faixa etária, é imprescindível manter uma alimentação saudável e abandonar o sedentarismo.

Você conhece os riscos da obesidade para a saúde? Infelizmente muitas pessoas que estão acima do peso ou obesas nem imaginam como o excesso de peso pode prejudicar a sua saúde de uma maneira geral. Isso é muito comum, pois poucas pessoas procuram saber detalhes da saúde, principalmente antes dos quarenta anos de idade. Muitos jovens acham que não podem ficar doentes, e por isso não dão tanta atenção à saúde.





Os riscos da obesidade para a saúde

O que muitas pessoas não sabem é que o excesso de peso pode prejudicar o sistema imunológico e, por isso, aumentar as chances de infecções e diversos outros problemas de saúde. Isso acontece porque a obesidade é responsável por aumentar a reação inflamatória do organismo em um nível mais alto do que o normal. Além disso, de acordo com alguns estudos, o tecido adiposo produz substâncias que prejudicam o trabalho da defesa natural do organismo. Assim elas não conseguem impedir a entrada de vírus e bactérias, por exemplo.

O risco de câncer de mama também está associado a obesidade. Sendo assim pessoas que já foram obesas têm mais chances de desenvolver esse tipo de câncer. Para reduzir as chances de desenvolver câncer, jovens obesas e que estão acima do peso devem ter mais cuidado com o seu estilo de vida e fazer uma reeducação alimentar. Vale lembrar que a obesidade não prejudica somente a estética, mas principalmente a saúde.

Entre os principais riscos da obesidade para a nossa saúde, também vale destacar os seus perigos para mulheres que já passaram pela menopausa, já que a doença aumenta a quantidade de hormônios femininos no sangue. Por esse motivo, mulheres obesas que já passaram por esse período, o risco de ter câncer de mama aumenta em 20%. A melhor alternativa é prevenir tratando a obesidade.


Doenças causadas pela obesidade


  • Diabetes tipo 2
  • Pressão alta e infarto
  • Colesterol alto
  • Depressão
  • Cálculo biliar e doença na vesícula biliar.
  • Problemas no fígado.
  • Osteoartrite (deterioração das articulações)
  • Gota (doença que afeta as articulações)
  • Problemas pulmonares e apnéia do sono
  • Infertilidade e irregularidades no ciclo menstrual.

Para evitar os riscos da obesidade é preciso controlar a alimentação consumindo alimentos saudáveis e nutritivos, e também abandonar o sedentarismo que contribui para o surgimento de uma série de doenças. Quem já está acima do peso ou obeso deve procurar ajuda médica para fazer um tratamento para emagrecer.





Siga a página do Trinta por Linha no Facebook e subscreva AQUI a nossa newsletter e receba diariamente as melhores dica para tudo e mais alguma coisa!

Seguro de saúde gratuito em viagem

O Seguro de Saúde em viagem é gratuito e pode evitar que se meta em despesas desnecessárias durante as suas férias.

Mais vale prevenir que remediar”, é um ditado bastante antigo e que se aplica a várias situações da vida. Quem vai de férias não está à espera que o pior aconteça, mas a vida pode trocar-lhe as voltas e, quando menos esperar vê-se a caminho do hospital, quando deveria estar a descansar.

Previna-se!  Evite que um percalço se torne num desaire financeiro e lhe estrague o bom humor veraneante. Se vai viajar para algum dos 27 países da União Europeia, e ainda Islândia, Liechtenstein, Noruega e Suíça, não se esqueça de requisitar o Cartão Europeu de Seguro de Doença (CESD). Este será de grande utilidade caso lhe aconteça algum imprevisto, como partir uma perna, ficar subitamente doente ou for alvo de uma simples picadela de mosquito. O que se poderia tornar num transtorno, é minimizado caso leve na sua 

bagagem este cartão, pois facilita o acesso a ajuda médica e assegura o reembolso das suas despesas logo que regresse ao país de origem. A isto junta-se o facto de ser gratuito.




Com o Cartão Europeu de Seguro de Doença tem acesso aos mesmos cuidados de saúde que os cidadãos que vivem nesse país. Este serve de prova junto de médicos, hospitais e farmácias, garantindo aos titulares a igualdade de tratamento.


Vantagens:
  • Consoante a legislação aplicável no país em que se encontre, os cuidados de saúde podem ser gratuitos.
  • Caso tenha de pagar algumas prestações, estas ser-lhe-ão reembolsadas.
  • As prestações cobertas pelo cartão incluem cuidados a grávidas e tratamentos relacionados com doenças já diagnosticadas ou crónicas como a asma, a diabetes e o cancro.
  • Pode efectuar tratamentos específicos, como por exemplo a diálise. No entanto, é necessário tomar providências antes de sair do país para poder ter acesso a serviços especializados.

E se me esquecer do cartão de saúde em casa?

Não se preocupe porque o médico não lhe irá recusar o tratamento. Mas visto não ter o documento para apresentar, é provavel que lhe peçam para pagar a despesa na totalidade e no regresso não há garantia que os custos que teve sejam reembolsados. O prestador dos cuidados de saúde pode pedir-lhe que pague a despesa na totalidade, ou que pague uma parte dos custos que uma pessoa segurada no mesmo Estado não teria de pagar.

Numa situação de emergência, pode pedir à Segurança Social ou à instituição que o abrange que lhe envie, por fax ou correio electrónico, um Certificado Provisório de Substituição (CPS). Este é equivalente ao Cartão Europeu de Seguro de Doença e dá-lhe o mesmo direito a cuidados de saúde e ao reembolso dos custos correspondentes durante uma estada temporária noutro país.

Como posso obter o cartão?

Deve solicitá-lo no sistema que o abrange. Se for o regime geral de Segurança Social ou Caixa de Previdência, deverá requisitar nos Centros Distritais, Serviços Locais ou Lojas do Cidadão. Os beneficiários do regime geral de Segurança Social podem ainda solicitar o cartão por correio electrónico. Uma vez emitido, o cartão é enviado via postal para o domícilio do titular, sete dias úteis após a ordem de emissão.
Se estiver sob a alçada de um subsistema de saúde (ADSE ou SSCGD, por exemplo), deverá dirigir-se à instituição responsável e requisitar o cartão. Encontrará ainda mais informações no Portal da Saúde.


Fonte: saldopositivo

Descobre o que Dizem as Marcas nas Unhas sobre a tua Saúde?

Doenças se manifestam da raiz do cabelo à ponta dos pés, mas as unhas são particularmente boas para delatar alterações na saúde. Isso acontece porque produzir unhas saudáveis é uma tarefa complexa e delicada. Se faltar algum zinco, ferro, cobre, água, entre outros, a matriz ungueal, responsável pelo seu cres­cimento, entrega um trabalho malfeito. Isso sem falar em agentes externos: unhas amareladas, por exemplo, podem ser sinal de fungos que aproveitaram uma imunidade baixa. Por isso, dermatologistas recomendam o autoexame das unhas. Se não estiver rosa e com a lúnula (a popular “meia-lua”) bem branquinha, não precisa roê-las, mas marque uma consulta.

Na ponta dos dedos Saiba como as unhas são alteradas por algumas doenças 


1. Amareladas

No caso de fumantes, o amarelo vem da impregnação da nicotina – liberada principalmente sobre a unha dos dedos médio e indicador. Além disso, baixa imunidade atrai fungos, como a cândida, que também pode deixar as unhas amareladas.


2. Azuladas

Enfisema, bronquite, asma e outras doenças pulmonares dificultam a tarefa de distribuir oxigênio para o corpo. Quando isso acontece, o sangue chega a alguns órgãos e tecidos já desoxigenado – ou seja, mais azulado, o que se reflete nos vasos sanguíneos das unhas.


3. Vermelhas


Causadas por problemas de circulação ou endocardite bacteriana. Neste caso, o endocárdio (membrana que reveste o coração) é invadido por bactérias que se multiplicam e migram para outras partes do corpo, como as unhas.


4. Manchas brancas

É um sinal de deficiência alimentar, que além disso provoca unhas secas, deformadas e quebradiças. 


5. Esbranquiçadas

Típicas de quem sofre de doenças do fígado, como cirrose. Com a queda da taxa de albumina, substância proteica fabricada no fígado e liberada no sangue, a lúnula cresce, dando à unha um aspecto opaco. 


Descobre como parar a queda do teu cabelo AQUI



Queimaduras de sol: Veja como Prevenir e Tratar

O Verão chegou, época de vestir um biquíni e pegar uma corzinha, só que muitas vezes mesmo sabendo a importância de usar o protetor solar (até em dias nublados), acabamos por negligenciar seu uso, e a busca pela cor perfeita, e em pouco tempo, acaba resultando em alguns problemas dolorosos como, no mínimo, queimaduras na pele. Assim, o sonho de conseguir uma pele bronzeada num tom dourado saudável e natural acaba indo por água abaixo. Porém, nem tudo está perdido, o verão está apenas começando e você ainda pode aprender a se prevenir desse desconforto ou mesmo tratar e aliviar o vermelhão (e o sofrimento) provocado por essas queimaduras.

Vale ressaltar que prevenir ainda é a melhor opção, pois os efeitos maléficos da radiação, que podem resultar em câncer de pele e ao envelhecimento cutâneo, não serão amenizados com o tratamento da queimadura solar, portanto, prevenir é o melhor remédio, assim, é fundamental o uso do protetor solar, chapéus e óculos de sol como métodos de barreira, bem como evitar a exposição nos horários entre 10 e 16 horas ou, no horário de verão, entre 11 e 17 horas.

Ok, mas agora o mal está feito e sua pele mais parece a de um camarão, ou um tomate, então, depois de prometer para si mesma que isso não tornará a acontecer, é hora de anotar as dicas de como diminuir essa terrível sensação de ardência, coceira e também o vermelhão e…Hidratação já!


1 – Proteja sempre muito bem a pele, mesmo que fique ao sol por pouco tempo ou nos horários seguros (até as 10h e após as 16h), para isso, use um filtro solar adequado em bastante quantidade.


2 – Além de hidratar a área queimada, e para isso aquelas pomadas de bebê estão valendo, é hora de ingerir muito líquido.


3 – Invista em cremes com babosa, corticóides tópicos (gel, loção ou creme) calamina, mentol, azuleno e aloe vera. Cremes à base de ureia, Vitamina A – que é um anti-inflamatório – e Vitamina E – que é antioxidante e, por isso, evita o envelhecimento cutâneo, também são boas opções, além de compressas frias, que podem ser feitas com camomila, para diminuir a vermelhidão e ardência .





4 – Tome banhos frios e mornos de imersão com aveia na água e compressas de chá fraco de camomila na face para aliviar as queimaduras solares e diminuir a dor e a sensação de calor.


5 – Geralmente, antes de descascar, a pele começa a coçar bastante, pois a cútis, quando queimada, está também desidratada, por isso, é importante investir em produtos hidratantes e aumentar a ingestão de líquidos, principalmente água!




O que NÃO fazer diante de queimaduras de sol:

Se ou quando a pele começar a descascar, nunca a puxe e muito menos acelere a descamação, pois dependendo da área atingida e da intensidade da queimadura, a pele deve se recuperar em uma semana, em média, procure hidratar e esperar.

 Evite banhos quentes, eles deixarão a pela ainda mais ressecada.
Jamais utilize produtos como álcool e pastas de dentes (mentolada), embora possa, inicialmente, proporcionar uma sensação de frescor, eles irão agravar a desidratação da pele, muito menos passe cremes à base de ácidos.
Evite também usar sabonetes nas regiões mais afetadas, pois irão ressecar mais ainda a pele, mas se não quiser ficar sem utilizar sabonete, prefira os que têm alguma fração hidratante na formulação.
Não caia no erro de esfoliar a pele nessas situações, nem mesmo quando já estiver descascando, pois a camada cutânea que nasce após a descamação é bem fina e muito sensível, podendo ser machucada e até inflamar facilmente. Além disso, os esfoliantes, físicos ou químicos, removem as camadas da pele, aumentando a sensibilidade e desidratação.
Não utilize produtos com anestésicos locais na sua composição (caso da xilocaína e benzocaína) ou derivados do petróleo (propilenoglicol), pois provocam suores, irritação cutânea e alergias.

Queimaduras mais sérias:

O tempo estava nublado, ou mesmo, você ficou exposta e nem percebeu e quando chegou em casa notou o estrago, resultando em queimaduras mais sérias, muitas vezes com direito a febre e inchaço, pois bem, atenção, procure um dermatologista, ele, e só ele, poderá prescrever o uso de medicamentos anti-inflamatórios por via oral ou tópica mais indicados para o seu caso.



terça-feira, 30 de agosto de 2016

Dicas para Poupar no Dia a Dia

Dicas para poupar em casa são sempre bem-vindas. Todos os dias repetimos gestos que obrigam a consumos de energia, que se traduzem nas faturas mensais. Gastos com a eletricidade,água gás são as principais preocupações, especialmente em tempos de crise.


Como Poupar no Dia-a-Dia?

Apesar de tudo, saiba que é possível reduzir em muito esses custos e poupar dinheiro, através de algumas dicas para poupar em casa. Para o ajudar a minimizar os gastos com as finanças domésticas, o Economias dá-lhe uma série de dicas para poupar em casa.

Dicas para Poupar em Casa

  • Faça um registo de todas as suas despesas e guarde os respetivos talões. Dessa forma, será mais fácil manter as contas controladas e equilibradas;
  • Evite tomar o pequeno-almoço e outras refeições fora de casa;
  • Reaproveite a comida que tem a mais, através de quiches, saladas e pizzas;
  • Esteja atento às promoções, cupões e talões promovidos pelos hipermercados;
  • Quando for fazer compras para a casa, leve uma lista detalhada e limite-se a comprar aquilo que anotou;
  • Nos dias mais quentes, aposte numa ventoinha de teto ou de pé, em detrimento do ar condicionado;
  • Crie o hábito de apagar a luz, sempre que sai de uma divisão;
  • Durante o verão, mantenha os estores e cortinados corridos para evitar a entrada de calor. No inverno, faça o contrário, para que o sol aqueça a casa;
  • Ao trocar as lâmpadas convencionais pelas de baixo consumo ou pelas fluorescentes, estará a reduzir em muito o consumo de eletricidade;
  • Prefira os duches rápidos aos banhos de imersão;
  • Verifique se as torneiras não estão a pingar. Ao fim de dias, torna-se num gasto maior do que parece;
  • Evite candeeiros demasiado opacos, que obrigam a recorrer a lâmpadas mais potentes;
  • Diminua a pressão das torneiras, através de redutores de fluxo, como forma de minimizar o consumo de água;
  • Ao instalar sensores de movimento em locais de passagem, estará a assegurar que será gasta apenas a energia necessária;
  • Ao desligar os aparelhos elétricos, certifique-se que não os deixa em stand-by(luz vermelha acesa), para não continuarem a consumir energia;
  • Sempre que puder, opte pela água fria nas tarefas domésticas;
  • Opte por eletrodomésticos com maior eficiência energética. Apesar de mais dispendiosos, acabam por compensar;
  • Tenha cuidado com o número de vezes que abre e fecha a porta do frigorífico, que é um dos eletrodomésticos com o maior consumo energético;
  • Certifique-se que o termóstato do frigorífico não está abaixo dos 3ºC, já que as temperaturas mais baixas irão provocar uma maior produção de energia;
  • Após concluído o carregamento da bateria do telemóvel, retire da tomada o carregador;
  • Se as portas e janelas não estiverem devidamente isoladas, recorra a almofadas compridas para o efeito, uma vez que 30% do calor e do frio entra e sai pelas portas e janelas, obrigando, por isso, a um maior gasto de energia quando precisar de refrescar ou aquecer a casa;
  • Ao cozinhar, certifique-se de que o tamanho da panela se adequa ao do disco do fogão. Assim, estará a evitar desperdícios de energia;
  • Feche sempre a torneira da água enquanto lava os dentes. Esse pequeno gesto, ao final do mês, acabará por aliviar a fatura;
  • Coloque as máquinas de lavar loiça e roupa a funcionar, apenas quando tiverem atingido a capacidade máxima;
  • Ao aderir à tarifa bi-horária, programando os aparelhos para trabalharem no período da noite, estará a contribuir para uma redução na fatura da eletricidade;
  • Ao utilizar o forno, evite abrir a porta demasiadas vezes. Será necessário um consumo extra de energia, para recuperar os cerca de 25% de calor perdidos.


Siga a página do Trinta por Linha no Facebook e subscreva AQUI a nossa newsletter e receba diariamente as melhores dica para tudo e mais alguma coisa!
Fonte: economias

Intestino Preso traz Desconforto ao Organismo

Sabia que o intestino saudável, ou seja, aquele que funciona como um reloginho ajuda a eliminar a barriga? Esse com certeza não é um assunto muito agradável, mas é importante falar, mas não ir ao banheiro com certeza é um problema, não concorda? Estar com o intestino preso dá sensação de inchaço, mal estar, dores abdominais, entre outros tantos sintomas. Além de fazer a barriga ficar inchada as toxinas do organismo não são eliminadas deixando a pele sem vitalidade. Realmente intestino preso é um grande problema que necessita ser resolvido com urgência.


Problema grave

Sabia que não levar a sério a prisão de ventre poderá acarretar sérios problemas de saúde?  Isso mesmo pode provocar hemorróidas e até câncer de cólon, sem falar no mau humor  que afeta as pessoas.  Mas esse é um problema que tem solução, para isso terá que transformar algumas estratégias em hábitos que podem render uma barriga lisinha e a pele muito mais viçosa.

A alimentação é uma grande aliada no bom funcionamento do intestino

Como reverter essa situação

Para que seu intestino possa funcionar como um reloginho, primeiro deverá respeitar os seus sinais. Eu sei que tem muita gente que tranca a dor de barriga e não vai ao banheiro quando o intestino pede, mas saiba que isso é um grande mal. Ao sentir os primeiros sintomas deve largar o que está fazendo e ir ao banheiro. O nosso intestino é inteligente, se se acostumar a ir ao banheiro todos os dias no mesmo horário ele vai se educar e não vai falhar, mas para isso é preciso ter uma alimentação rica em fibras e água para que o intestino possa formar bolo fecal e eliminar as toxinas do organismo. Faça uma alimentação saudável e beba muita água para lubrificar o intestino e devolver a flora intestinal facilitando o seu funcionamento. Cuide do seu intestino e terá uma saúde e pele invejável.


Fonte: corpoemdieta

Diminua ao Sal Adicionando Ervas Aromaticas



Como Vestir o Fato Certo com os Sapatos Certos


Quem disse que vestir o fato certo com os sapatos certos não é importante? Só quem não sabe ou não precisa.
Mas se é daqueles que quer causar boa impressão, por exemplo, numa entrevista de emprego ou numa reunião de quadros onde estão lá todos os que importam na sua carreira, fique a saber que não deve vestir um fato escuro com sapatos claros.
Isso mesmo explica a editora de Lifestyle, Retail e Lists & Rankings da Business Insider, apontando o esquema de combinações criado pelo "aficionado" em estilo, stRafaello.
Para ter a certeza que o conjunto fica perfeito, tome atenção aos seguintes aspectos:
1. O tipo de tecido deve se adequado à estação do ano

2. As medidas devem ser certas para si, por isso tem de dar atenção à altura do punho, 

bainha, encaixe de colarinho e de ombros

3. As meias não devem contrastar com a cor das calças


4. Atenção aos acabamentos, observe todos os detalhes à vista


5. Evite cores fortes em todas as peças


6. Evite modelo apertado que saliente a barriga ou grande demais


7. Se optar pela gravata, lembre-se que as pontas devem estar à altura do furo do cinto, 

nunca por dentro das calças, barriga ou debaixo do cinto

8. A gravata deve estar em harmonia consigo e com o com o conjunto


9. Se a camisa for lisa, as gravatas podem ser lisas ou estampadas discretamente 


10. Mas se a camisa é estampada (ainda assim, a evitar), a gravata deve ser lisa





Siga a página do Trinta por Linha no Facebook e subscreva AQUI a nossa newsletter e receba diariamente as melhores dica para tudo e mais alguma coisa!
Fonte: dinheirovivo

A Tua Dieta Pode Estar a ser Sabotada por Produtos Lights

Pois é, sabe aquela dieta que você, muito a contragosto, começou a fazer? Ou por imposição médica, ou por vaidade, ou até mesmo por não se sentir bem com o peso em que estava? Então, de repente todo esse imenso sacrifício pode estar sendo em vão, ou não estar trazendo o resultado esperado e tudo por conta da…indústria alimentícia.

Pois é, segundo o documentário, Fed Up, produzido pela jornalista e apresentadora de TV Katie Couricque, existem muitas mentiras escondidas sob o rótulo de “light”, e é aí que mora o perigo.

Ao vermos nos supermercados produtos dizem ser ‘naturais’, ‘bom para a saúde’, com ‘fibra’, na verdade, não é bem assim, tudo isso está cheio de açúcares. Sabemos que uma rosquinha ou um sorvete têm açúcar, mas não temos noção de que também há muito açúcar em alguns molhos de salada, por exemplo.

O documentário desmitifica o fato de sermos os culpados pelo excesso de peso, já que a culpa por nossa obesidade não seria apenas a nossa “força de vontade” e sim, o açúcar adicionado em produtos industrializados.

O açúcar é adicionado pela indústria alimentar em mais de 80% dos alimentos, e o cérebro responde ao açúcar como faz com a cocaína ou a heroína, ou seja, em outras palavras, você vai se tornar viciado, e segundo o filme, essa é “a pior epidemia de saúde pública do nosso tempo “.

Portanto a obesidade é um problema sério, e para mudar esse quadro, só adquirindo novos hábitos, como consumindo menos alimentos industrializados ou praticando atividades físicas. E para isso é necessário desenvolver um trabalho de consciência e educação, que deve começar logo na infância.

Assustador, “Fed Up”, não é uma ode à magreza nem à corpos de passarelas, mas um apavorante retrato de uma sociedade que está se envenenando aos poucos, que em duas décadas terá 95% da população com sobrepeso e que elevou o número de mortes por obesidade acima dos índices das mortes por inanição.




Sobretudo, o filme é um alerta sobre uma indústria que domina, inclusive, as mensagens oficiais da Casa Branca, ao mostrar que a primeira-dama Michelle Obama mudou sua campanha de nutrição pela de fazer exercício (“LeT’s Move”) simplesmente, para não entrar em conflito com as marcas.
Bem, mesmo que para você tudo isso possa parecer meio exagerado, que pelo menos sirva de alerta pois, se por um lado, vivemos evitando gordura e escolhendo produtos “lights”, que acreditamos serem mais saudáveis, por outro, esquecemos ou desconhecemos o fato de que o açúcar é um perigo que se esconde não só nos biscoitos, refrigerantes ou chocolates, mas também em molhos de tomate, iogurtes ou produtos lights que nunca imaginaríamos ter tanto açúcar.

Portanto, é bom ficarmos atentos para essa indústria de alimentos e sua imprensa que vive para os seus interesses próprios que é o de “fazer dinheiro” e não necessariamente “manter as pessoas saudáveis”, como afirma o filme.

Então, com isso fica uma dica, quanto mais natural e caseira for sua alimentação, melhor, troque lights por menos açúcar e pratique regularmente exercícios.
Imagine você ter o conhecimento e informação do que realmente irá lhe fazer emagrecer para ter o corpo dos seus sonhos através de um plano exclusivo…
Imagine poder voltar a vestir àquela calça que está guardada faz tempo no seu guarda-roupa e poder vesti-la sem preocupação e sem apertos…
Imagine poder ir a praia, festas ou qualquer lugar e aquele(a) amigo(a) chegar perto de você e dizer: “Nossa, como você emagreceu. Está linda!”
Imagine poder ficar de frente para o espelho e, ao invés de ficar com medo de ver o seu corpo, você abrir aquele sorriso e dizer: “Uau… Estou com um corpão…”
Esta é a proposta do nosso ebook Emagrecer Para Sempre para lhe trazer de volta a sua auto-estima e te ajudar a ter o corpo dos seus sonhos.
Através de método Emagrecer Para Sempre e um plano exclusivo, você poderá finalmente a ter o corpo tão desejado sem sacrifícios e de forma definitiva.

Siga a página do Trinta por Linha no Facebook e subscreva AQUI a nossa newsletter e receba diariamente as melhores dica para tudo e mais alguma coisa!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...